10 de janeiro de 2020

Chef Lipe empreende, inspira e quebra barreiras com sua trajetória

Felipe Martins, mais conhecido como Chef Lipe, é um alagoano de 29 anos, com Síndrome de Down e protagonista de uma história muito inspiradora. A alteração genética não o impediu de estudar e empreender: o gosto pela culinária foi adquirido através da mãe, Kátia Martins, que sempre teve identificação com a cozinha e o inseria nesse universo. Lipe é um daqueles meninos de ouro, atento, responsável e dedicado, sempre disposto a aprender, trabalhar e, claro, não abre mão da diversão.

“A escolha pelo curso de gastronomia também se deu ao fato da grade com muitas matérias práticas, e Lipe tem uma excelente compreensão de atividades mais operacionais”, afirma Kátia. Foi o match perfeito entre suas habilidades e identificação pela área. O amor sempre prevaleceu na trajetória da sua formação acadêmica. Os coordenadores Mariana Bernardes e Antônio Mendes sempre foram grandes apoiadores, assim como os professores, familiares e amigos. A junção de todos foi essencial nesse processo.

“Os maiores desafios foram as adaptações, passar para os professores como entenderem o processo, qual a melhor forma para que Lipe absorvesse tudo. Mas ele foi bem acolhido pela faculdade e, como sou pedagoga, pude ajudar em todo esse processo”, nos contou a mãe e principal incentivadora.

Quando Lipe estava perto de se formar veio a preocupação do que ele iria fazer com tudo o que aprendeu. Foi então que surgiu a ideia de abrir o hot dog gourmet, que é algo que ele gosta muito. Inicialmente o carrinho funcionava apenas aos domingos na rua fechada da Ponta Verde, depois vieram os convites para aniversários e eventos. Ele também participou da IX edição da Bienal Internacional do Livro de Alagoas, que foi uma vitrine incrível. A novidade do momento é o ponto fixo na Amélia Rosa, em frente o Armazém Guimarães, no food park Truckzone.

Entre as delícias do cardápio, o destaque fica para a salsicha bovina, 100% artesanal, um produto diferenciado. Além dos molhos que fazem muito sucesso, como chutney de tomate, carne de sol na nata, 3 queijos, cebola caramelizada, queijos em lascas – e o Hot Dog do Lipe não para, já está em testes para novos molhos.

A mãezona, Kátia reforça que acreditar é a palavra de ordem “É preciso acreditar que eles podem, que são capazes, e basta descobrirmos o seu potencial, o que lhes fazem felizes, além de respeitar o tempo de cada um”, destaca. Ela também deixa o convite para todos os leitores do Refresh irem conhecer o Hot Dog do Chef Lipe, que foi eleito na categoria de melhor hot dog da cidade pelo Instablog de gastronomia Nosso Conceito, do editor Ernesto Sousa, que faz anualmente uma votação aberta ao público com os melhores estabelecimentos da cidade. Lipe foi muito citado na retrospectiva de 2018. O amor é sem dúvidas o tempero mais especial usado pelo Chef, e ele já vem colhendo os frutos desse lindo e saboroso trabalho.

Fotos: Thomaz Japiassú

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *