31 de agosto de 2021

No Dia do Nutricionista, Andressa Ferro dá dicas sobre como amenizar as sequelas pós-Covid-19!

Todo mundo sabe que uma alimentação balanceada faz bem à saúde – virou até mantra! Mas, em tempos de pandemia, a recomendação torna-se ainda mais evidente, principalmente para quem venceu o coronavírus.

Aproveitando que 31 de agosto é o Dia do Nutricionista, conversamos com a nutri Andressa Ferro sobre como a alimentação pode ajudar na “Síndrome pós-Covid-19”, quadro tem sido identificado em pacientes que contraíram a doença há meses ou já chegaram ao estágio de recuperação inicial, mas continuam a sentir dor, fadiga, queda de cabelo e dificuldade de concentração e memória.

Embora sejam necessárias avaliações mais aprofundadas sobre cada caso, de uma maneira geral, alguns alimentos ajudam na recuperação do organismo. Segundo Andressa, a dica é priorizar o consumo diário de alguns alimentos, que seriam:

Para diminuir a fadiga: cacau em pó, maca peruana, MCT ou óleo de coco, chocolate amargo, frutas vermelhas em geral, açaí, café e chá verde.

Para amenizar a dificuldade de concentração e memória: chá verde, café, chocolate amargo, laranja, ômega 3, lentilha, ervilha, grão de bico e semente de abóbora.

Para amenizar a queda de cabelo: vegetais verdes folhosos (como espinafre, couve e brócolis), lentilha, carne vermelha, peixes, ovos, oleaginosas (como nozes e castanhas do pará), alimentos de cor alaranjada, rosa e vermelha (como cenoura, beterraba e açaí).

O que evitar? A gordura trans, por exemplo, assim como alimentos com grandes concentrações de farinha e açúcar refinado, corantes, conservantes, adoçantes e aromatizantes.

Fica a dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *