18 de maio de 2024

Top 4 creators: pesquisa indica os perfis de influenciadores mais buscados

O futuro é digital e feminino! Pesquisa realizada pela Influency.me revela os 10 perfis de creators mais buscados, e a maioria são mulheres. Além disso, o estudo aponta que o investimento em marketing de influência está em ascensão e deve continuar crescendo nos próximos meses. Confira as top 4 influencers, segundo a maior plataforma do Brasil no segmento.

Camila Coutinho

Com mais de 18 anos de trajetória digital, Camila Coutinho se destaca como uma das principais influenciadoras do Brasil, conquistando seu espaço no mercado de beleza e moda. Sua jornada começou em 2006 com o blog Garotas Estúpidas, que se tornou referência com mais de 1,2 milhão de seguidores. Em 2020, ela expandiu seu império lançando a GE Beauty, sua própria linha de produtos de beleza. Reconhecida internacionalmente, foi destacada pela Forbes como uma das mulheres mais poderosas do Brasil em 2020, e pela revista Pequenas Empresas, Grandes Negócios como uma das mais influentes.

Jade Picon

Influenciadora digital, modelo, empresária e atriz brasileira, Jade Picon ganhou destaque nas mídias digitais e ficou ainda mais conhecida após participar da 22ª temporada do Big Brother Brasil. Atualmente, ela também empreende com sua própria marca de roupas, a JadeJade. Ela já se destacava como modelo desde a infância e trabalhou com marcas como Adidas, Eudora, Pandora e Tommy Hilfiger.

Vanessa Rozan

Especialista em beleza, com formação em Comunicação Social e Artes Plásticas. É fundadora e professora do Liceu De Maquiagem, uma escola com 13 anos de história e pioneirismo no segmento da beleza. Foi maquiadora sênior da M.A.C Cosmetics por 6 anos e também a maquiadora oficial do “Esquadrão da Moda”, no SBT. Atualmente compartilha dicas sobre bem-estar, moda e maquiagem em suas redes sociais.

Juliana Souza

Advogada há 7 anos com foco em litígio estratégico nas áreas de raça e gênero, também atua em advocacy e entretenimento. Sua veia comunicadora despertou há 5 anos, mas ganhou impulso durante a pandemia, quando uma live com Anitta sobre equidade racial atraiu mais de 2 milhões de espectadores em 24 horas. Há pouco mais de um ano, fundou o Instituto Desvelando Oris, visando transformar vidas através da justiça racializada e da educação em direitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *