27 de maio de 2024

Renda-se 2024: projeto se consolida como um dos principais eventos da moda brasileira

Quando a criatividade de artistas contemporâneos se une ao legado da tradição regional, o resultado com certeza dá pano pra manga. Essa é a proposta do Renda-se, que chega em 2024 com mais novidades. O projeto, que já se consagrou como um dos eventos mais importantes da moda brasileira, continua a expandir seus horizontes, valorizando as “manualidades” ancestrais e a arte de traçar fios e linhas. Este ano, o Renda-se reforçou sua equipe e está pronto para surpreender com criações únicas e inspiradoras, ganhando reconhecimento nacional e internacional.

No último dia 18, o Cine Arte Pajuçara foi o ponto de encontro de estilistas, estudantes, designers e modelos que participarão da edição 2024 do Renda-se. Após sessões de fotos e orientações detalhadas da produção, deu-se o start para a criação das peças que desfilarão em setembro. Durante três dias, o público poderá conferir desfiles repletos de criatividade e uma exposição que celebrará o talento e a dedicação de todos os envolvidos.

Uma Equipe de Peso

Desta vez, o projeto apresenta novos e importantes colaboradores que prometem elevar o nível do evento. O talentoso Rodrigo Ambrósio assume como diretor de criação, enquanto a modelo Dayane Gomes coordena a passarela. Fábio Monnerat traz sua expertise em branding e moda handmade, e Daniela Falcão cuida da assessoria de comunicação. Emmanuelle Tenório é a maquiadora oficial, Carlos Davi assume a fotografia de passarela e Fanny Meneses gerencia as redes sociais.

Outros profissionais, que já colaboravam com o evento, continuam a fazer parte desse time de peso. Alina Amaral segue como produtora executiva, Fernando Perdigão é o diretor criativo, INBORDAL cuida da elaboração das rendas e filés, Estúdio Ello 8 faz a ambientação, os Grabers são a produtora audiovisual e Rafael Santana é o fotógrafo de estúdio.

Diversidade, inclusão e artesanato Alagoano

O Renda-se não é apenas um evento de moda; é uma celebração da cultura, sustentabilidade e desenvolvimento econômico e social de Alagoas. “Acredito muito que incorporar técnicas artesanais pode resultar em produtos únicos e de alta qualidade. Os profissionais envolvidos ajudam a fortalecer a economia de Alagoas, promovendo a cultura local e criando novas oportunidades de mercado para os artesãos, ampliando seu alcance e potencial de lucro”, destaca Marina Gatto, analista do Sebrae, parceiro do evento.

Outra preocupação é dar destaque à diversidade, inclusão e reforçar o futuro dos mais destacados talentos alagoanos. “Somos um movimento que estimula o reconhecimento e a valorização de novos talentos e a perenidade do feito à mão”, enfatiza Fábio Elias.

“É um grande momento para a criação e o negócio de moda no Nordeste”, Alina Amaral ressalta a grandeza do evento. Serão mais de 300 criações na passarela, incluindo estilistas de outros estados do Nordeste, além da presença da imprensa nacional, influenciadores e uma equipe de profissionais alinhados com o projeto.

Fernando Perdigão, diretor criativo, estimula a autonomia dos criadores e está animado com o que vem por aí: “Terei o prazer de ver o conceito desses estilistas e alunos e ajustar o artesanal dentro da criação de cada um, sem intervir nas suas ideias. Tenho certeza que eles irão brilhar e apresentar um verdadeiro show de moda diversificada.”

O Projeto Renda-se Moda Festival é uma realização da Ponto de Produção, com patrocínio do Magazine Luiza, por meio da Lei Rouanet, em parceria com o Instituto Bordado Filé de Alagoas – INBORDAL e SEBRAE Alagoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *